Controle de Qualidade é tema de workshops durante 44º CBAC

O Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ) da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC) ofereceu uma programação especial no 44º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas (CBAC), que acontece em João Pessoa (PB), até esta quarta-feira (14). Com oito temas diferentes, foram realizados doze workshops, dentre as atividades paralelas, que tiveram foco na importância do controle de qualidade nos laboratórios.

A assessora científica do PNCQ em Gestão de Qualidade, Andrea Piazza, destacou que o Controle Externo da Qualidade (CEQ) é obrigatório pela Anvisa e é um elemento fundamental para a garantia da qualidade do laboratório clínico. “Somos o maior provedor de qualidade e temos mais de 5 mil laboratórios inscritos”, disse a assessora que ministrou o workshop “Avaliação de não conformidades no Controle Externo”.

Em sua capacitação, Andrea Piazza destacou como os laboratórios devem tratar os resultados inaceitáveis. “A investigação desses casos, assim como sua classificação, avaliação e documentação são importantes para que os laboratórios conheçam os próprios erros e previnam a ocorrência de problemas semelhantes no futuro. Erros, obviamente, acontecem, mas o sistema de gestão da qualidade ajuda a conhecer essas não conformidades e diminuí-las”, disse.

Na tarde desta quarta-feira (14), foi realizado o workshop “Implantação do Controle de Qualidade Interno Laboratorial”, com o assessor científico do PNCQ, Juno Damasceno Silva. Ele destacou a importância dos laboratórios adotarem um sistema de garantia de qualidade documentado, organizado e sistematizado que possa atender a qualquer mudança de equipe da empresa.

Para ele, é preciso que os laboratórios estabeleçam um planejamento que passe pelos seguintes pontos: bases do controle interno; pessoal (treinamento e atualização), coleta (recebimento de amostras), fornecedores (reativos e equipamentos), calibração e validação, assistência técnica e manutenção, interpretação dos resultados, transcrição dos resultados, controle de qualidade interno e externo.

O assessor científico apresentou aos participantes a ferramenta Pro-In em tempo real, que auxilia na elaboração e na avaliação diária do controle de qualidade. O sistema, desenvolvido pelo PNCQ, permite que o usuário tenha acesso a dados sobre qualquer desvio, aceitável ou não, e interprete e monitore gráficos.