Congresso Brasileiro de Análises Clínicas é aberto em João Pessoa

A programação científica do 44º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas teve início na manhã desta segunda-feira (12), no Centro de Convenções da Paraíba, em João Pessoa. O evento, que irá reunir cerca de dois mil profissionais, foi aberto oficialmente na noite do domingo (11) e prosseguirá até a quarta-feira (14), oferecendo mais de 80 palestras, workshops, cursos, apresentação de trabalhos científicos e estudos de casos, além de uma área de exposição, com mais de 60 estandes. Simultaneamente ao Congresso acontecem o 3º Fórum de Proprietários de Laboratórios e o 5º Núcleo de Gestão e Qualidade Laboratorial.

Na solenidade de abertura, o presidente da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC), Luiz Fernando Barcelos, destacou a grande participação de farmacêuticos, biomédicos, médicos, professores e proprietários de laboratório na 44ª edição do Congresso. “Teremos durante estes dias muitas pessoas ávidas por informação de qualidade. Acredito que a busca por conhecimento é o primeiro passo para conseguiremos superar a crise que nosso país vem passando, sobretudo na saúde”, destacou.

Além dos congressistas, diversas autoridades participaram da abertura do evento. A vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, esteve presente e destacou a importância do evento. “Sou médica e sei da importância de sempre nos atualizarmos, discutirmos e conhecer coisas novas. Teremos durante o congresso uma imersão de conhecimento, inovação e tecnologia. Fico muito feliz do evento acontecer aqui na Paraíba, um estado que recebe seus visitantes de braços abertos”, disse.

A presidente do Congresso e representante da SBAC na Paraíba, Raíssa Catão, falou da importância em sediar o evento e de sua relevância para os profissionais. “Durante estes dias, poderemos nos atualizar cientificamente, conhecer inovações tecnológicas e ainda aproveitar a Paraíba turisticamente. É com muita alegria que recebemos o maior evento de análises clínicas do país”, afirmou.

O presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter João, também participou da solenidade de abertura e destacou a relevante programação científica do evento. “O CFF é parceiro da SBAC e, juntos, temos conseguido muitas conquistas para o segmento de análises clínicas”, disse. Ele ainda acrescentou a grande participação de conselheiros federais, presidentes e diretores dos conselhos regionais de farmácia.

A presidente da Confederação Latinoamericana de Bioquímica Clínica, a uruguaia, Graciela Queiruga, também demonstrou sua satisfação em fazer parte do Congresso. “Todos nós que estamos aqui temos amor à bioquímica e às ciências laboratoriais. Nossa formação deve ser contínua. Precisamos de conhecimentos científicos par termos resultados significativos”, afirmou.

Também estiveram presentes na solenidade o Secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio; o coordenador do Departamento de Laboratórios da Confederação Nacional de Saúde, Carlos Roberto Aires; o presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, César Alex de Oliveira; o presidente do Conselho Regional de Biomedicina da 5ª Região, Renato Minozzo.

Premiações

Ao final da solenidade, foram entregues três premiações. O Prêmio SBAC para os melhores trabalhos apresentados durante o Congresso foi para Daniela Paniago Jardim, que recebeu o prêmio das mãos do presidente da SBAC, Luiz Fernando Barcelos. O Prêmio PNCQ, dedicado ao melhor trabalho de controle de qualidade, foi entregue a Paulo Roberto Merísio pelo superintendente do PNCQ, Francisco Guimarães. Já o melhor trabalho do profissional farmacêutico-bioquímico sobre citologia clínica foi para José Antônio Tesser Poloni, que recebeu o prêmio do presidente do CFF, Walter João.

Programação do Congresso

Durante a segunda-feira (12), diversos temas foram discutidos no Congresso, como Jejum laboratorial (Carlos Eduardo dos Santos Ferreira, SP, Marileia Scartezini, PR, Tânia Martinez, SP), Diagnóstico da fibrose cística (Dra Graciela Queiruga Bernini, Uruguai), Aspectos epidemiológicos e clínicos da Esquistossomose (José Roberto Machado e Silva, RJ), além do Seminário de Lâminas em Bacteriologia e das discussões sobre os testes rápidos durante o 3º Fórum de Proprietários de Laboratórios.

Na terça (13), além da programação científica, serão realizadas duas palestras magnas: Um show de atendimento é que faz a diferença: excelência, inovação e você (Waldez Ludig, RJ); e Desafios da gestão no atual cenário econômico (Salette Lemos, SP). Outros destaques serão a implantação do programas de Controle de Qualidade, a palestra de Humberto Façanha da Costa Filho sobre Como Aumentar a Competitividade nos laboratórios, O Uso do Whatsapp na prática laboratorial; Doença de Chagas, além de diversos outros que podem ser acessados no endereço http://www.sbac.org.br/cbac/.

Serviço:

44º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas

Data: 11 a 14 de junho

Local: Centro de Convenções de João Pessoa

Atividades científicas: 12 de junho (8h às 12h e 14h às 18h); 13 de junho (8h às 12h e 14h às 18h); 14 de junho (8h às 12h e 14h às 18h)

Exposição/Estandes: 12 a 14 de junho, das 9h às 18h

Programação completa: http://www.sbac.org.br/cbac/